BOAS PRATICAS CONTIGENCIA COVID 19
 

INFORMAÇÃO A CLIENTES, COLABORADORES e FORNECEDORES NA PREVENÇÃO DA  PROPAGAÇAO COVID19

Informamos que pela responsabilidade individual de cada um, comprometemo-nos  no cumprimento rigoroso de todas as diretrizes das autoridades de saude do Governo Português por forma a minimizar a propagação do COVID 19.

Devem consultar os ANEXOS para mais informação nos procedimentos implementados e que cada um deve seguir.

  1. Colaboradores, Clientes e Fornecedores, devem seguir todas as recomendações da DGS e as regras internas descritas e disponiveis no estabelecimento sob Manual de Boas Pratoicas.

  2. Os Clientes devem respeitar o distanciamento social- mínimo 2metro;

  3. Devem cumprimentar apenas á distancia

  4. Devem desinfetar as maos quando entram no estabelecimento

  5. Devem limpar os pés no tapete com desinfetante que está á entrada

  6. As idas ao WC devem lavar e desinfetar as mãos e utilizar papel descartavel no local

  7. É proibido a entrada de pessoas nao autorizadas nas zonas de produção,

  8. Todos os colaboradores sao obrigados a cumprir o plano de contigencia COVID 19 e devem permanecer devidamente fardados e cumprir os procedimentos de limpeza e higienizaçao

  9. Sugerimos que cada um permanecça apenas o tempo indispensavel nao devendo permanecer para alem do recomendado.

  10. Respeitar as regras de respiração, proteger com o cotovelo  na tosse e espirros

  11. Medir a sua propria temperatura á chegada

  12.  Evitar a concentração dos colaboradores ou clientes na entrada e na saída, e sempre que possível, nas zonas de trabalho;

  13.  Evitar a excessiva circulação dos fornecedores no interior do estabelecimento, nomeadamente nas salas de refeição

  14. Informar ainda os clientes:

    1. clientes que devem evitar tocar em superfícies e objetos desnecessários;

    2.  não podem modificar a orientação das mesas e das cadeiras;

    3.  Informar os clientes que devem manter uma distância de, pelo menos, 2 metros nas filas de espera no espaço exterior ao estabelecimento e nas filas de espera que se geram para pedidos/pagamentos ao balcão.

    4. Devem preferencialemnte usar pagamento multibanco com contact less
       

 

RECOMENDAÇOES DA DIRECÇAÕ GERAL DE SAUDE

  1. O Conselho Científico da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, recomenda que antes da preparação, confeção e consumo de alimentos, se devem reforçar as medidas de higiene que já antes da pandemia eram recomendadas:

  2. - Lavar longamente as mãos secando-as em seguida, tendo cuidado de não voltar a por a mão lavada na torneira, fechando-a com uma toalha de papel;

  3. - Desinfetar as bancadas de trabalho e as mesas com produtos de limpeza;

  4. - Não misturar comida cozinhada e crua durante a preparação;

  5. - Evitar partilhar comida ou objetos durante a refeição;

  6. - Lavar longamente os alimentos crus.

  7. Não havendo provas científicas de que o novo coronavírus seja transmissível através da ingestão de comida, devem, contudo, ser mantidas e reforçadas as medidas de prevenção de higiene pessoal e da cozinha seja em casa ou em cozinhas profissionais.

  8. A ASAE acompanha esta situação de forma contínua e sempre que se justifique divulgará novas informações.

  9. A Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar e a Organização Mundial da Saúde não encontraram, até ao momento, prova de qualquer tipo de contaminação através do consumo de alimentos cozinhados ou crus. 

  10. O Centro Europeu para a Prevenção e Controlo de Doenças considera que, apesar de se suspeitar que o novo coronavírus é de origem animal, atualmente a sua transmissão ocorre pessoa e pessoa por contacto próximo com pessoas infetadas pelo vírus, ou superfícies ou objetos contaminados.

  11. Porém, deve ser aplicado o princípio da precaução, reforçando as boas práticas de higiene e segurança alimentar durante a manipulação, preparação e confeção dos alimentos.

Assine e receba informações sobre os nossos próximos eventos

© 2014 por Taberna da Baixa